Procura-se uma Poesia.


Cristo Reentor, Rio de Janeiro.

Não faças versos sobre acontecimentos.

Não há criação  nem morte perante a poesia.

Não faças poesias com o corpo

esse excelente, completo e confortável  corpo, tão infenso à efusão lírica

Não cantes tua cidade, deixa-a em paz.

Não dramatizes, não invoques,

Não indagues , Não percas tempo em mentir,

Não recomponhas tua sepultada e merencória  infância.

Penetra surdamente no reino das palavras.

la estão os poemas que esperam ser escritos.

Ei-los sós e mudos, em estado de dicionário

convite com teus poemas, antes de escreve-los

Tem paciência, se obscuros, calma, se te provocam.

espera que cada um se realize e consume

com seu poder de palavras

e seu poder de  Silêncio .

Chega mais perto e contempla as palavras.  cada uma

tem mil faces secretas sob a face neutra

e te pergunta, sem interesse  pela resposta,

pobre ou terrível, que lhe deres:

Trouxeste a chave ?

One response to this post.

  1. Hello, I’m not able to translate your blog, but wanted to stop by and thank you for visiting mine today!

    Reply

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s